[Divulgação Científica] ‘Saúde mental, direitos, cidadania: o escritório de advocacia como agência para inclusão social’ (MOTA; BARROS, 2008)

Informações sobre o artigo:

Título em português: Saúde mental, direitos, cidadania: o escritório de advocacia como agência para inclusão social
Título em inglês: Mental health, rights and citizenship: the law office as an agent for social inclusion
Autores: Mota, Taia Duarte; Barros, Sônia.
Publicação: Rev Esc Enferm USP; 42(2): 220-226, jun. 2008.

Resumo:
A Reforma Psiquiátrica discute questões relacionadas à inclusão dos loucos no mundo, tomando como projeto principal a construção da cidadania, ante a reconstrução dos Direitos, reconhecendo que os doentes mentais se encontram em condição de exclusão, pela própria condição, pelo trabalho e fragilidade social. O Centro de Atenção Psicossocial Professor Luiz da Rocha Cerqueira pretende interferir na condição de excluído do doente mental, por meio de projetos, entre eles o Escritório, que é um dispositivo de agenciamento social, promotor de alianças, que proporciona a possibilidade de os indivíduos atingirem patamares cada vez mais elevados de gerenciamento de suas vidas. Este estudo teve como objetivos principais caracterizar o usuário do Escritório e verificar a importância dessa intervenção para eles. Foram realizadas entrevistas com quatro usuários, os quais avaliaram o serviço, compreendendo que ele facilita a inserção no mundo dos direitos e, portanto, pode ser considerado como importante tecnologia em saúde mental.(AU)

Fonte das informações acima: Portal BVS
Acesse mais informações sobre este artigo: http://pesquisa.bvsalud.org/portal/resource/pt/bde-15861

Gustavo D'Andrea
Doutorando em Ciências (Enfermagem Psiquiátrica) pela EERP/USP. Mestre em Ciências (Psicologia) pela FFCLRP/USP. Advogado. Autor do blog Forense Contemporâneo.

Comments 1